22 outubro 2012

Detentas mantêm mais de 20 reféns em motim em Cuiabá


Izabel Barrizon, repórter do GD
Motim iniciado na tarde de domingo (21) no presídio feminino Ana Maria do Couto May, em Cuiabá, continua na manhã desta segunda-feira (22). As detentas fizeram mais de 50 reféns, entre familiares e agentes penitenciários, por volta das 16h, horário de visitas.

Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos do Estado (Sejudh), cerca de 22 pessoas, entre elas, 8 crianças e um agente penitenciário continuam reféns.
As negociações foram retomadas e no local estão além da Polícia Militar, o Batalhão de Operações Especiais (Bope), Serviço de Operações Especiais (SOE), Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Corpo de Bombeiros e profissionais do Batalhão da Ronda Tática Ostensiva Móvel (Rotam).
Conforme o Superintendente de gestão penitenciária, Gilberto Carvalho, as negociações ainda não avançaram, porque não há uma líder entre as presas. “Todas reivindicam algo”, disse.
Entre as reivindicações, as detentas pedem o relaxamento no tratamento aos visitantes, que segundo elas, são submetidos a humilhações no momento das revistas, revisão de penas e mudança da atual diretoria. Motim teria iniciado no raio 4, onde 34 mulheres estão presas.

Fonte: Gazeta Digital

Nenhum comentário:

Arquivos do Blog

Seguidores